sábado, 16 de julho de 2011

CONHEÇA O PROCESSAMENTO DE AUDIO DA AWR

O setor de radiodifusão sempre foi um sonho que mantivemos vivo. Com as novas tecnologias de audio aplicadas à internet, toda aquela burocracia e investimentos inimagináveis para os 'mortais' ficaram no passado, e, na contra-mão do próprio setor de radio, o netcasting faz o caminho inverso, ou seja, indo da internet para a transmissão de rádio convencional (AM/FM), sendo o orçamento para implantação de um sistema de streaming de audio de relativo baixo custo. Como sabemos, a banda larga brasileira ainda deixa a desejar em termos de taxa de upload, mas não é impedimento no momento atual, por conta da tecnologia AAC HE que permite uma transmissão com alta qualidade de som com taxas a partir de 40Kbps. As empresas que disponibilizam serviços de streaming tem oferecido qualidade tecnológica a seus clientes, e, no nosso caso, trabalhamos com a SISDERA, que fornece os softers de processamento e codificação de audio. Veja na foto a seguir, nosso processador virtual em operação:
Processador Multitarefas Radiovision
Naturalmente alguém dirá: Já que o processamento virtual faz tudo então para que processamento externo? O sistema da SISDERA permite inclusive que a CPU que está codificando faça todo o trabalho, mas, se uma radio 'x' tem vários operadores de audio, cada um vai imprimir seu nível de sinal e outras particularidades do próprio trabalho dos mesmos, vindo eventualmente a causar uma degradação na qualidade do sinal a ser codificado. É importante que o ouvinte final não tenha um audio distorcido 'de cara', pois provavelmente ele não voltará mais a conectar-se àquela radio. No nosso caso, optamos por insertar três processamentos de audio, equalização interpolada de 30 bandas, um excitador, e um compressor/limiter, todos top de linha da marca alemã BEHRINGER. Já estamos em fase adiantada de implantação e em breve estaremos no ar e essa qualidade poderá ser conferida por todos. Entre na página da nossa rádio e veja o andamento e o progresso desse nosso projeto. http://www.objetiva-audio.com.br

terça-feira, 5 de julho de 2011

EQUALIZADOR DE Q CONSTANTE E INTERPOLADO

Neste post, temos o prazer de reproduzir o excelente artigo publicado por Davi Fernandes no site SOM AO VIVO.

Equalizador Techvox TGE2313 XB



O
Q é um parâmetro técnico que estabelece a largura de banda (faixa de atuação) de um filtro eletrônico. Quanto menor o Q, mais seletivo e específico é o filtro. No mundo ideal esta largura de banda deveria ser a mesma em todas as situações... no mundo real, as coisas são um pouco diferentes.

Levando em consideração que os sliders (faders) de um equalizador são filtros, cada um deles tem uma largura de banda, ou seja, uma faixa de atuação. Num EQ normal, o Q não é constante... ele varia de acordo com o ganho (ou atenuação) do filtro. À medida que o ganho aumenta (ou a atenuação) o Q diminui. Veja a figura abaixo, que exemplifica um filtro com freqüência central em 1kHz:


Imagem


Observe que para o valor do ganho em 6 dB, o Q é maior e vai diminuindo à medida o ganho aumenta. Isto quer dizer, que qd temos ganho pequeno, o Q é maior e o filtro atua num número maior de freqüências, o que em diversas situações, não é desejável. Qd o ganho é alto, o Q é pequeno e o filtro mais seletivo.


No caso de EQ's com Q constante, esta variação não existe, ou é mínima, mantendo a faixa de atuação do filtro equilibrada. Veja a figura a seguir:


Imagem


Observe que, independentemente do ganho, a largura de banda continua a mesma. Isto torna o EQ bastante preciso.


Outra dúvida do Raphael relaciona-se à interpolação. Lembrando da Matemática, a interpolação diz respeito a se encontrar um valor médio entre dois outros. No caso dos EQ's, qd acionamos apenas um slider, o filtro correspondente atua tb nas freqüências vizinhas. Em muitas situações, devido a esta atuação (principalmente qd o ganho é alto), este filtro provoca um buraco na resposta do sinal. Com filtros interpolados, o equipamento encontra um ponto médio entre a freqüência que vc alterou e suas vizinhas diminuindo o buraco. Veja a ilustração abaixo:

Imagem

A figura mostra um painel frontal de um EQ e a sua resposta de freqüência sobreposta. A linha mais clara representa a resposta de um EQ não interpolado, enquanto a linha mais forte representa o EQ interpolado. Observe como a resposta do interpolado é mais consistente e livres de buracos.


Concluindo: um EQ com Q constante e interpolado é mais preciso nos ajustes e tem resposta de freqüência mais consistente e equilibrada.

domingo, 19 de junho de 2011

BEHRINGER SX3040 EXCITER

Uma qualidade de som em uma transmissão de audio na internet requer, além de um bom projeto, um critério quanto a parte operacional, ou seja, os operadores de consoles "no ar" tem que ter sensibilidade quanto ao manuseio responsável dos equipamentos. Não tem sentido o operador imprimir um sinal de +5db em uma modulação FM ou netcast, pois isso só trará distorções desagradaveis aos ouvintes, que já vivem ás voltas com receptores de baixa qualidade. Sinais elevados só tem sentido em amplitude modulada (AM). A solução para esses operadores de 'mão pesada' é o uso de limiters e/ou compressores, e até estes tem que ter uma regulagem adequada para que o sinal resultante do processamento não fique 'empastelado'. No caso do netcast, o compressor/limiter tem que estar antes do processamento de qualidade de audio (equalizadores, exciter, etc), para no final da cadeia de processos, entrar na placa de som para codificação e upload. A seguir, uma descrição de um processador BEHRINGER, o modelo SX-3040. Outras informações sobre o equipamento encontra-se no site da BEHRINGER no link abaixo.

SONIC EXCITER SX3040
Ultimate Processador de Aperfeiçoamento de som estéreo

     * Melhora drasticamente seu som, adicionando clareza, dimensão e profundidade
     * Produz luminosidade natural através de aprimoramento harmônico e mais apertado baixo com punch aumentado através da compensação de fase
     * Profissional e estúdios de gravação em casa: traz à tona todo o espectro do som de suas trilhas mixagem e masterização
     * PA discoteca, e sistemas de DJ: melhora o desempenho de qualquer sistema de som através da adição de ponta espumantes e baixo super apertado, sem a necessidade de alto-falantes ou amplificadores adicionais
     * As igrejas e casas de culto: aumenta drasticamente a inteligibilidade da voz e sua música ganha presença
     * guitarra, baixo e teclado rack: melhora a articulação e restaura o corte de energia muitas vezes perdido em microfonação e amplificação 

quinta-feira, 9 de junho de 2011

CONSOLE 'NO AR' AUDIOARTS MODELO AIR1



Os estúdios de rádios, sejam convencionais ou online, e ainda aqueles que trabalham com os dois sistemas (os mais comuns), lançam mão de equipamentos de ótima qualidade, garantindo eficiência e padrão profissional. A seguir, uma tradução das especificações da console de programação "no ar", da AUDIOARTS AIR1. Clique no link da AUDIOARTS para conhecer outros produtos.

                                                                 AUDIOARTS.COM

A Air Audioarts-1 tem tudo que precisa para programação "no ar", produção, aplicações diversas, notícias e podcasting por uma fração do custo de consoles maiores. Este é o projeto mais compacto da Audioarts , que, além da economiza de espaço em estúdio, é ideal para controles remotos.
  
O AIR 1 aceita 2 entradas de microfone mono e seis entradas estéreo que pode ser encaminhado para uma ou ambas as saídas do console de som, juntamente com uma medição completa e seção de monitoramento geralmente encontrados em projetos maiores. Montados na parte inferior, dipswitches estão incluídos para facilitar a programação.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

RCF - IS 1044 - Double Sound Music Source


Em outra oportunidade comentamos em nosso blog pessoal (http://www.carlosalbneto.wordpress.com) sobre a inevitável chegada em um futuro próximo, de uma zona WIFI onipresente, que tornará possível a conecção com a internet em qualquer lugar do planeta. Naturalmente, o mercado de áudio está atento a isto e já oferece ao público equipamentos de última geração que fazem o casamento perfeito do áudio com a informática. A empresa de áudio italiana RCF (http://www.rcfaudio.com) está com um TUNER que é capaz de sintonizar rádios convencionais que transmitem em FM na faixa de 88 a 108 mhz e também as rádios ON LINE, dando ao consumidor/audiófilo uma infinidade de opções de sons e programação musical. Abaixo, publicamos o texto traduzido do site com as especificações do equipamento e disponibilizamos também o link para que você possa ter o texto original em inglês.

IS 1044 (RCF)

O IS 1044 está oferecendo um "Double Sound Music Source" uma excelente flexibilidade para a ampliação de programas musicais, permitindo, através da ligação à Internet, a escolha entre mais de 10.000 estações de radiodifusão de todo o mundo.
Também é possível fazer uma pesquisa de emissão com base no país ou género musical.
O IS 1044 tem duas partes independentes e saídas: a primeira é composta por uma elevada qualidade "WiFi" receptor de rádio digital Internet e uma porta Ethernet para a conexão à rede, também está incluído um sintonizador de rádio FM com RDS para a seleção rápida de as freqüências de rádio. A segunda seção Multimídia oferece um leitor de cartão SD e entrada USB Media e pode, se necessário estar conectado a um PC ou Mac para fluxo de áudio. Esta fonte de mídia também pode ser conectado por 'wifi' direto para seu computador. A utilização do dispositivo com o Windows Media Player 11 permite ao usuário criar sua própria playlist dando o controle total e a personalização máxima na difusão da música e de paginação.
O IS 1044 representa a solução perfeita para exemplos, como as cadeias de supermercados, que têm suas própria estação de rádio interna que transmite para toda a rede comercial de um programa dedicado. É também recomendado para quem quer a possibilidade de escolha máxima entre as estações de rádio nacionais e internacionais.

domingo, 29 de maio de 2011

DSL e ADSL - Tire suas dúvidas

Neste post, estaremos reproduzindo as informações sobre o mesmo assunto do site da APRITEL (Associação dos Operadores de Telecomunicações), com a finalidade de esclarecer aos usuários de STREAMING as diferenças entre as duas tecnologias e as vantagens e desvantagens para o upload das programações de emissoras de rádio e TV pela rede mundial de computadores. Em outra oportunidade estaremos publicando informações técnicas sobre as conecções via rádio. APRITEL: 
http://www.apritel.org/faq/faq.php?id=5
O que é a DSL?

A DSL (Digital Subscriber Line) é uma tecnologia que aumenta drasticamente a capacidade das 
linhas telefónicas destinadas a particulares ou empresas. A velocidade da DSL é 
extremamente dependente da distância entre o cliente e a central do operador.
Esta tecnologia está direccionada para o acesso à internet através das suas versões 

assimétricas downstream superior ao upstream, ie, velocidade de recebimento superior à 
velocidade de envio) e para ligações menos exigentes através das versões simétricas 
(mesma velocidade a receber e a enviar).


O que é a ADSL?

A ADSL é uma tecnologia DSL em que a capacidade de recebimento (downstream) é 
superior à capacidade de envio (upstream) de informação, o mesmo é dizer que é uma 
tecnologia assimétrica. A ADSL permite velocidades de 6 a 8 Mbit/s downstream 
e 640 Kbit/s upstream. A ADSL e as suas variantes como usam frequências superiores às da voz,
permitem a passagem de voz e dados na mesma linha. No entanto, para que tal seja possível 
é necessário colocar um splitter nas instalações do cliente, que irá separar a voz da ADSL.

Uma versão conhecida como G. Litle ou Universal ADSL 

(também ADSL Lite ou Spliterless ADSL) elimina a necessidade do splitter, mas exige um filtro, 
que isole a ADSL da voz, evitando os ruídos e problemas de interferências. Adicionalmente
esta tecnologia tem uma capacidade inferior: 1,5 Mbit/s downstream e 384 Kbit/s upstream.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

ULTRAMIZER PRO DSP1424P (DSP1124P) - Maximizador de Loudness


Para aquelas pessoas que estão iniciando um projeto de uma rádio on line, e que não dispõe de recursos financeiros para investir em equipamentos voltados para o processamento de audio para broadcast e netcast (ORBAN, OMNIA, etc), existem opções mais "em conta" financeiramente e que apresentam ótimos resultados na qualidade do audio entregue à placa de som do computador. Uma destas opções é o processador ULTRAMIZER PRO DSP1424P, ou ainda o DSP1124P processadores de áudio de 24 bits e sample rate de 96Khz. É claro, o processamento externo não faz tudo sozinho, é preciso que o softer codificador (mp3 ou AAC) tenha uma boa qualidade. Quem tiver interesse nessa alternativa, acesse o site da BEHRINGER (http://www.behringer.com) e obtenha mais informações sobre o equipamento.

sábado, 9 de abril de 2011

INTERNET RADIO - RADIODIFUSÃO SEM LIMITES


A realidade da internet banda larga e a popularização do serviço abre uma possibilidade de abrangência da programação das emissoras de rádio, comerciais ou não. Até bem pouco tempo, as empresas de radiodifusão tinham suas possibilidades limitadas ao alcance das antenas transmissoras, que precisavam ter uma eficiência extraordinária, devido a vários fatores que influem no desempenho do conjunto de transmissão, ou seja, fatores geográficos, atmosféricos e outros no âmbito da parte eletrônica. Sistemas de radiodifusão mal projetados e mal instalados podem ter uma eficiência muito aquém da esperada e desejada. Fatores como projeto de transmissor, tipo de cabo e eficiência da antena, podem causar vários problemas que acabam comprometendo a qualidade. As grandes empresas de radiodifusão contam com suporte técnico de primeira linha e o poder aquisitivo as permite investir em equipamentos de audio e radiofrequência de ótima qualidade, com ótimos resultados. Com a explosão da banda larga, as empresas voltaram os olhos para uma interessante fatia de mercado, o netcasting. Com o avanço da tecnologia nesse setor, as empresas podem transmitir sua programação tanto em radiofrequência quanto em formato digital pela internet, e o alcance neste caso é global. Hoje é possível ouvir a programação de uma determinada rádio no desktop, notebook, Iphone, Ipad, e em uma série de outros dispositivos eletrônicos, e o futuro aponta para uma zona WI-Fi onipresente. Muito em breve, será possível ouvir sua rádio preferida, aquela lá do interior, em qualquer parte do mundo com ótima qualidade de som. 
(Foto: CODIFICADOR DE STREAMING PARA PC DA ORBAN)

sábado, 15 de janeiro de 2011

AWR LOUNGE MUSIC CHANNEL

E a AWR, rádio com transmissão pela internet (WEBCASTING) é um projeto sem fins lucrativos que tem por objetivo principal tocar música de qualidade, sem esquecer a principal finalidade de um veículo de comunicação social que é fomentar a responsabilidade sócio-ambiental ao seu público. E é nesta direção que a AWR segue, com uma programação musical atraente e voltada para o objetivo de chamar a atenção dos ouvintes para nossas campanhas sociais. Estaremos implantando neste ano de 2011 o nosso segundo canal de áudio e com a programação musical inteiramente no estilo LOUNGE MUSIC, música suave e envolvente. Uma descrição deste estilo musical já se encontra na tela da rádio, e nosso público já pode visitar a página. Breve estaremos com nosso sinal no ar, avisaremos em nossas redes sociais sobre o lançamento, datas, etc. Abaixo, um link direto para a tela deste novo projeto da Objetiva Audio.
 http://audioplan-webradio.webnode.com.br/

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

OBJETIVA AUDIO SONORIZAÇÃO E WEB RADIO


Olá! Queremos apresentar o blog da OBJETIVA AUDIO SONORIZAÇÃO e WEB RADIO, um espaço para divulgação e compartilhamento de opiniões relacionadas a sonorização e streaming, áreas de atuação de nossa empresa. Sejam bem-vindos!